Localizado no distrito de Chelsea, em Nova York, desde 2006, o Pink Elephant atrai VIPs e celebridades para desfrutarem do clima glamoroso e intimista proporcionado pelo clube noturno. Com capacidade para 450 pessoas, o hot spot de atmosfera sensual une elegância à descontração com o melhor da house music, muita exclusividade, festas temáticas e um ambiente completamente sedutor.

O ambiente inebriante do Pink Elephant é marcado por uma sensual iluminação avermelhada, acabamento em madeira, candelabros de cristal, sofás espalhados por toda a casa e espaços curvilíneos, tudo com muito glamour. Máquinas de fumaça, de vento e de aroma, que liberam cheiros cítricos e de algodão doce, contribuem para a atmosfera descontraída da casa noturna.

O nightclub tem como principal sócio David Sarner, antigo porteiro da lendária casa noturna Studio 54, a mais badalada da cidade nos anos 70, além de Rocco Ancarola, Shawn Kolodny, David Cabo e Robert Montwaid. Todos eles são conhecidos na cena noturna de Nova York por agitarem a cidade com alguns dos hotspots mais badalados, como Pangaea, Spy Bar, Chaos, Rehab e Boom.

Fã de House Music, o dono, David Sarner, conseguiu trazer para sua balada os melhores DJs, como Paul Oakenfold, Roger Sanchez, Deep Dish e Pete Tong. O sistema de áudio do badalado clube noturno foi desenvolvido pelo engenheiro da NASA, Steve Dash, e cria quatro zonas de áudio diferentes, tornando a experiência no Pink Elephant ainda mais interessante, seja ouvindo os DJs convidados, ou os DJs residentes da casa.

Trinta pés acima da exótica pista de dança de madeira está o bar, que serve drinks extravagantes e de onde é possível ter uma vista panorâmica de todo o nightclub. Os sofás e mesas estão dispostos em quatro níveis diferentes de elevação e, próximos a eles, existem espaços que servem como pistas alternativas para os frequentadores do lugar aproveitarem o melhor da música dançando a noite inteira.

Excelente música eletrônica, um ambiente intimista e sensual e as pessoas mais bonitas de Nova York. Essa é a receita para o sucesso do clube que tem uma frequência estrelada. Celebridades como Bruce Willis, P. Diddy, Keith Richards, Drew Barrymore e Fergie são atraídas pela balada que tem como inspiração agitados lugares do Rio de Janeiro e St. Tropez, na França.

O hot spot Pink Elephant, cujo nome remete com humor a possíveis visões, como elefantes cor-de-rosa, causadas por um estado inebriante, possui outras localizações. Além de Nova York, é possível aproveitar o clima delirante do lugar em Southampton (somente durante o verão) e Park City, nos Estados Unidos, St. Barths, no Caribe e Monte Carlo, em Mônaco. Considerada uma das melhores baladas de Nova York, o lugar especializado em house music reúne celebridades para aproveitarem o melhor que a vida noturna pode oferecer.

Fonte: Portal do Luxo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *